Coren-AL participa de eventos voltados ao dia da enfermagem

Solenidades foram promovidas pela Seris-AL e pelo Hospital Universitário

Durante a manhã desta quinta-feira (12), representantes do Conselho Regional de Enfermagem de Alagoas (Coren-AL) estiveram presentes no I Encontro de Enfermagem da Secretaria de Estado de Ressocialização e Inclusão Social (Seris-AL) e no evento em comemoração ao Dia da Enfermagem no Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (HUPAA).


Ambas as solenidades comemoram o dia internacional da Enfermagem e o dia do enfermeiro. O evento no Hospital Universitário contou com duas palestras e práticas integrativas. O conselheiro Esvaldo Silva participou da abertura e salientou a importância da categoria para o país.


Nós ficamos muito felizes em sermos enfermeiros, em fazer parte dessa equipe que tanto tem feito para cuidar, para manter e para salvar pessoas. Hoje é um dia muito especial para todos os enfermeiros, então, quero desejar meus parabéns a todos”, afirmou o conselheiro Esvaldo Silva.


A chefe substituta da divisão de enfermagem do HUPAA, Maria de Fátima Conrado, comunicou que faziam dois anos que não conseguia juntar os profissionais da categoria para um evento como esse. “Além de ser uma comemoração para o dia da enfermagem, é um privilégio de estarmos aqui continuando com a nossa profissão no nosso dia a dia, na luta, na dedicação aos pacientes e no empenho de cada um da enfermagem aqui desse hospital universitário”, reforça a chefe, Maria de Fátima Conrado.


Já o I Encontro de Enfermagem Seris teve como tema principal “Uma vida além da máscara” e contou com uma palestra do presidente do Coren-AL, Renné Costa, sobre os desafios da enfermagem e o conselho de classe como emancipador da profissão enfermeiro.


Acho que é motivo de muita alegria a gente estar vendo que cada vez mais as a enfermagem está se fortalecendo dentro das instituições. Esses encontros são importantes pra fortalecer a categoria, discutir as suas dificuldades, seus anseios e projetar um futuro”, enfatiza o presidente do órgão, Renné Costa.


A coordenadora de enfermagem do sistema prisional alagoano, Nathália Aquino, explica que o Presídio Feminino de Santa Luzia tem ofertado uma assistência à saúde da mulher, onde é realizado citologia pelos enfermeiros. “É realizado também teste rápido, vacinação, acompanhamento de tuberculose, tratamento de sífilis, toda uma assistência de uma unidade básica de saúde”, informa a enfermeira Nathália Aquino.



3 visualizações0 comentário