Coren-AL entrega certificado do Curso de Consulta Ginecológica para enfermeiros

Atualizado: há 5 dias

A capacitação foi finalizado na 2ª Macrorregião da Saúde e ainda percorrerá outros municípios



por Débora Muniz - Ascom Coren-AL


A partir desta sexta-feira, dia 18, oito municípios do Estado de Alagoas terão profissionais de enfermagem capacitados para atender mulheres em uma consulta de Enfermagem ginecológica com ênfase na saúde sexual e reprodutiva e inserção do DIU (Dispositivo Intrauterino). O Conselho Regional de Enfermagem de Alagoas (Coren-AL) e o Conselho Federal de Alagoas (Cofen) entregaram os diplomas de conclusão do curso a 20 profissionais que passaram os últimos meses tendo aulas práticas e atenderam a mais de 1000 mulheres.


A solenidade contou com a presença de autoridades e aconteceu no auditório da Defensoria em Arapiraca. O curso contemplou os municípios de Arapiraca, Delmiro Gouveia, Santana do Ipanema, Igaci, Lagoa da Canoa, Palmeira dos Índios, Tanque d’Arca e Água Branca.


O presidente do Coren-AL, Renné Costa, relembrou que essa é uma luta antiga do Conselho. “Essa é uma enfermagem nova fazendo práticas avançadas e isso tem emancipado não só a nossa profissão, mas principalmente mulheres e famílias. Esse é o Coren Alagoas garantindo aprimoramento da enfermagem em parceria com o Cofen. Estamos avançando cada dia mais em busca de dias melhores para a enfermagem de Alagoas e do Brasil”, afirmou Renné.


O objetivo do curso é incluir a enfermagem no fluxo de atendimento de saúde reprodutiva, através do Sistema Único de Saúde (SUS), garantindo acessibilidade a todos os métodos contraceptivos a homens, mulheres e famílias. Dessa forma, contribuindo na redução das mortalidades materna, infantil, durante a gravidez na adolescência, além de evitar também o abortamento inseguro.


A presidente do Cofen, Betânia Santos, esteve em Alagoas especialmente para acompanhar a solenidade. “O Coren Alagoas é um colegiado atuante, que sempre traz ideias inovadoras e de avanços para a enfermagem, como é o caso desse curso”, ressaltou. O prefeito de Arapiraca, Luciano Barbosa, e a superintendente de Atenção à Saúde, Jackeline Barbosa, também estiveram presentes no evento e destacam que o município é parceiro da enfermagem.


O projeto pioneiro foi idealizado pelo Coren-AL, financiado pelo Cofen e apoiado pela Associação Brasileira de Obstetrizes e Enfermeiros Obstetras (Abenfo), seccional Alagoas. A conclusão dessa primeira etapa do projeto formou 20 enfermeiros capacitados, que inseriram DIU em 1128 mulheres pelo SUS.


Segundo a conselheira federal e Coordenadora do Projeto de Consulta de Enfermagem ginecológica com ênfase no Planejamento Reprodutivo e Sexual, Dannyelly Costa, o objetivo é chegar nas 10 regiões de saúde do Estado, mas por ora a segunda macrorregião de Alagoas já tem profissionais qualificados em planejamento reprodutivo e mudando indicadores e vida de mulheres, homens e famílias.



Entrega da Sala de Enfermagem e aparelho de ultrassom


Um pouco antes de iniciar a cerimônia de entrega dos certificados, o prefeito Luciano Barbosa entregou, na Unidade Básica de Saúde Francisco P. Lima, uma sala de Consulta de Enfermagem com aparelho de ultrassom novo para uso exclusivo dos profissionais do município que foram capacitados.


A enfermeira e uma das instrutoras do curso, Maria Luiza Bezerra, parabenizou os gestores e afirmou que o investimento vai influenciar diretamente nos indicadores de saúde do município.


“As mulheres arapiraquenses têm direito de serem atendidas na consulta de enfermagem obstétrica com a ferramenta da ultrassom no pré natal. É muito enriquecedor quando a gente consegue fazer essa consulta e consegue avaliar o bem estar da paciente. Isso diminui tanto a mortalidade materna, quanto a infantil no município de Arapiraca”, afirmou.



39 visualizações0 comentário